Logística Portuária

 

 

Hoje empresários enxergam a logística como uma chance para tornar o negócio mais competitivo. Por isso, vamos falar sobre algo que gera muita discussão para o governo federal, estadual e municipal: a logística portuária.

 

O que é logística portuária?

 Você já deve saber, mas vamos recapitular o que é Logística: Logística é a atividade para a qual se desenvolve um planejamento visando deslocar cargas, produtos ou até pessoas até o local certo, no melhor tempo e menor custo. Para isso, é preciso analisar e executar as melhores condições de fluxos de produtos, pessoas e informações.

 E a portuária? A logística portuária é a estratégia e planejamento de deslocamento de produtos, insumos utilizada, principalmente, pelo comercio entre países. Sendo uma das mais complexas, uma vez que o trânsito de produtos s e insumos requer o cumprimento de várias regras estabelecidas pelas instituições reguladoras dos países, o que acaba demandando tempo e elevando o custo.

 

 

Logística portuária e seus benefícios

O comércio exterior tem crescido anualmente, e cada vez mais empresários enxergam as possibilidades que esse segmento tem a oferecer.

Segundo a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), os portos públicos brasileiros cresceram 3,2% no primeiro trimestre de 2018. Além do mais, esse modal é essencial para o transporte dos granéis sólidos, em que representam 61,8% de todo o movimento da categoria.

Nesse sentido, a logística possui um papel essencial no crescimento econômico dos países, por meio, das suas exportações e importações.

 

Processos logístico e estrutura

 

A logística portuária é uma das mais complexas do país. Dados do Banco Mundial indicam que um container leva 13 dias para ser exportado no Brasil.

Sua estrutura é dívida em três categorias:

Complexo fixo

Setor responsável pelas instalações que formam a estrutura física de toda a logística portuária.

·         Portos;

·         Armazéns;

·         Cais;

·         Terminais portuários;

·         Todos os maquinários e equipamentos envolvidos.

 

Administração e órgãos responsáveis

 

São as entidades encarregadas de fazer a gestão dos portos, assim como as docas, o GEMPO, o OGMO e o CAP.

Operação Portuária

·         Rebocadores;

·         Operadores portuários;

·         Pilotos marítimos;

·         Sindicato dos Trabalhadores Avulsos.

 

Porto e as atividades logísticas no Brasil

Os portos brasileiros movimentam nossa economia gerando empregos de forma direta e indireta e recebem diariamente dezenas de navios para carga e descarga de materiais.

Os atuais portos brasileiros são (em classificação por tamanho e movimentação):

1-      Porto de Santos (SP) com um total de 50,39 milhões de toneladas movimentadas.

2-      Porto de Itaguaí (RJ) um total movimentado de 25,42 milhões de toneladas.

3-      Porto de Paraná (PR) movimento total de 21,97 milhões de toneladas.

4-      Porto de Rio Grande (RS) com movimentação de 12,93 milhões de toneladas

 

Temos diversos portos no país e esses 5 são os principais, existem portos de uso exclusivo de empresas privadas chamados de terminais portuários e outros abertos para receber os mais diversos navios, trazendo diferentes tipos de mercadorias e por sua administração ser pública como esses citados.

Mas, infelizmente, os portos brasileiros tem sido uma grande barreira para realizar negócios em função da enorme burocracia que representa. Já que como falamos containers levam, em média, 13 dias para ser exportado no País. Para se ter uma ideia, este mesmo ranking coloca Cingapura em primeiro lugar, onde o processo leva apenas um dia.

Agora que você conheceu um pouco sobre a logística portuária acompanhe também quais são as Melhores práticas para o Controle de Estoque.

 

 

 

 

 




Deltacooper

Fundada em 13 de setembro de 2000, a Deltacooper está entre as mais conceituadas cooperativas de trabalho para o setor de logística e transporte.


Saiba mais